Vieira Neto: Um músico desportista apaixonado pela comunicação.

- Tiago Souza Gois - - 26 de Abril de 2014 | - 10:27 - - Home » 1ª Edição» Biografia» Esportes» Mais Glória - - Sem Comentários

Neto Sax,“Neto digitações” ou simplesmente “Vieira Neto”. Esses nomes representam per­sonagem único, Manoel Vieira de Sousa Neto, filho do saudoso Diógenes de Souza e Maria de Lourdes Barreto Sou­za. Vieira Neto nasceu no dia 07 de dezem­bro de 1983 na cidade de Aracaju –SE.

Aos 11 anos teve seu primeiro con­tato com a sua grande paixão: o esporte. Foi na escola “Comecinho de Vida”, atual “Colégio Educar”, sob as orientações do Professor José Rivaldo, conhecido como “Camelo”. Nos treinos de futsal da escola não demonstrava intimidade com a bola, mas bastou começar a chutá-la nas pare­des da garagem de sua residência para ir tomando gosto cada vez mais pela modali­dade.

O futebol entrou em sua vida aos 15 anos, no time José Geronço, conhecido como Nononso (in memoriam). Treinando no campo do antigo Colégio Glória, passou também pela equipe do “Vitória de Seu Totó”, até chegar à escola de futebol da AABB (Associação Atlética Banco do Bra­sil), comandada pelo ex-jogador “Torroio”, onde definiu sua função dentro de campo, “meia-atacante”. Pouco depois, saiu para atuar no “Juventude”, dos irmãos Norman­do e Nibaldo, onde teve a oportunidade de conhecer o Maracanã em uma das viagens do time.“Foi um momento indescritível, é impressionante a imensidão que é o Mara­canã”, afirma emocionado, recordando a visita ao Rio de Janeiro.

Para ganhar um dinheiro extra, mon­tou um pequeno negócio em sua resi­dência, onde fazia digitação de trabalhos escolares, currículos entre outros. Como foi pioneiro nessa área em Glória, ficou co­nhecido como “Neto Digitações”.

Percebendo que não tinha vocação para ser jogador de futebol, decidiu para­lelamente optar por trabalhar em um em­prego fixo e tocar Sax Alto na Filarmônica Agnus Dei de Nossa Senhora da Glória, o que lhe rendeu mais um título local, o de “Neto Sax”. O encanto pela música foi tão grande que vendeu seu automóvel, uma Brasília-79 de cor mostarda para comprar um Sax.

“A Brasília foi muito importante na minha vida; foi a fase de sucesso com as mulheres, acredito que a cor mostarda chamava a atenção das garotas, somente o som que tinha nela, era mais valioso do que o próprio carro (risos)”, completou.

Além do trabalho, houve um tempo em que cursou duas graduações de nível superior. Pela manhã, trabalhava como digitador na DRE-9 (Diretoria Regional de Educação em Nossa Senhora da Glória); à tarde estudava na Universidade Federal de Sergipe, campus de Itabaiana, e, aos sábados cursava Sistemas de Informação, Tecnologia e Informática pela Universida­de Tiradentes. Em 2008 foi convidado para trabalhar na empresa Jometal, e o aceite da proposta fez com que Vieira Neto inter­rompesse o curso de Sistema de Informa­ção, já que seria impossível conciliar todas as atividades, incluindo o novo emprego.

Em 2009, pôs fim à vida de solteiro e uniu-se a Fabrícia Lima Oliveira de Sousa, sendo agraciado em 2011 com um presen­te divino, um lindo filho, Enzo Pietro Lima Sousa.

A comunicação na vida de Vieira Neto

No ano de 1996 em uma viagem com sua família para Santos-SP, Vieira Neto teve seu primeiro contato com o compu­tador através de um tio, o que o deixou en­cantado com a tecnologia, chegando mes­mo a ganhar um, dois anos depois. Mais tarde, Gladson Cardoso, hoje empresário, resolveu apresentar a Vieira Neto a Rede Mundial de Computadores, a popular “In­ternet”. Empolgados, os dois criaram um site de conteúdo diverso chamado “Clique Clique” numa época em que a internet discada era a opção disponível. Mas se a conexão era limitada, a empolgação com o projeto não tinha limites. Viera Neto atualizava o site diariamente, e no fim do mês uma surpresa desagradável: a conta do telefone chegou com um valor de 500 reais, muito acima da média de consumo à época. Não deu outra: recebeu uma pu­nição da família, que o proibiu de usar o computador. Mais uma vez a empolgação e o deslumbramento com a tecnologia, acrescidas de uma dose de astúcia, fala­ram mais alto. Vieira fez uma ligação no fio que passava por dentro do forro da casa e, sem ninguém perceber, usou internet por um longo tempo, até “Lurdinha”, sua mãe, descobrir o famoso “gato” feito pelo filho e bloquear mais uma vez seu acesso à tecnologia com que ele já havia se familia­rizado há muito tempo.

“Quando minha mãe viu a conta, nem acreditou e, como castigo, me tirou o computador por um tempo, me obrigando a buscar alternativas (risos) ”ressaltou hu­morado.

14 - ESPORTES

Durante dez anos Vieira Neto ficou sem contato direto com produção de con­teúdo Web, voltando em 2008 com o portal “Por onde anda”, um espaço para discutir o esporte à luz do destino dos jogadores ser­gipanos, principalmente os glorienses. O portal não teve o sucesso desejado, fazen­do com que Vieira abandonasse o projeto.

No início de 2011, foi convidado pelo comentarista e radialista, Cleiton Santos, para escrever para o blog do programa Giro Esportivo. Ainda foi convidado pelo mesmo radialista a fazer comentários no programa de esporte da Rádio Boca da Mata FM, uma temporada de grande re­percussão para suas matérias. A experiên­cia deu tão certo que Vieira Neto saiu do programa Giro Esportivo, tanto no rádio como no blog.

No mesmo ano, em parceria com o portal “Sou de Glória”, criou um blog independente, o “Blog do Vieira Neto”, chegando, em menos de 4 meses, à mar­ca de 50 mil visualizações, e se tornando o principal blog esportivo da região. Devido ao grande sucesso, surgiu a ideia de criar um site de notícias que abrangesse todo o Estado de Sergipe, em uma nova parceria com o Soudegloria. Assim surgiu o portal “Sou mais esportes”, mas o projeto não teve a mesma receptividade que o Blog homônimo, gerando uma cobrança dos amantes do esporte pelo retorno do pro­jeto anterior.

Atendendo aos pedidos dos leitores, o comentarista esportivo voltou como Blog do Vieira Neto no início de 2012; des­sa vez, numa parceria com o Portal Mai­glória e a Enium Interativa, ganhando um endereço independente (www.vieiraneto. com). Em três meses chegou à marca de mais de 60 mil visualizações. Nessa nova etapa do Blog, já foi considerado por gran­des jornalistas sergipanos como um dos melhores espaços esportivos do estado.

Tiago Souza Gois

Por: Tiago Souza Gois

Jornalista do Portal e Revista Mais Glória, comentarista esportivo do Programa Giro Esportivo da FM Boca da Mata, sócio da empresa Eníum Interativa e acadêmico do curso de Licenciatura em Educação Fisica (ESTÁCIO-FASE)

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Vieira Neto: Um músico desportista apaixonado pela comunicação.