Uso de anabolizantes e medicamentos veterinários

- Janaina Ribeiro Silva - - 27 de Maio de 2014 | - 2:45 - - Home » 5ª Edição» Mais Glória» Saúde» Saúde - - Sem Comentários

Anabolizantes

 humor7

Os anabolizantes são hormônios sintéticos comumente utilizados para aumentar o tamanho dos músculos e incrementar a força física e a resistência. Seu uso indiscriminado acarreta sérias consequências. Nos dias atuais, o culto ao corpo perfeito se tornou moda. Uma moda que leva muitas pessoas a tomarem certos tipos de medicamentos e drogas, sem orientação de profissional especializado. São vendidos em diversos lugares vários tipos de medicamentos: remédios para emagrecer, para acabar com a flacidez, entre outros.

Algumas pessoas que não aceitam o próprio corpo e querem se tornar mais “fortes” e musculosas, acabam fazendo uso de anabolizantes, desconhecendo ou desprezando os terríveis efeitos que a automedicação desse hormônio pode­rá acarretar num futuro bem próximo. Homens e mulheres que utilizam essa droga têm como consequências au­mento nos pelos do corpo e rosto, acne, queda de cabelo, engrossamento da voz, irregularidade nos ciclos menstruais, redução da produção de esperma; al­terações comportamentais e de humor, impotência sexual, hipertensão e ata­ques cardíacos.

Nos homens ainda observamos a ginecomastia (desenvolvimento dos seios). Portanto, é preciso rigoroso e constante acompanhamento de um profis­sional de saúde. Não se deve fazer uso de anabolizantes de forma descontrola­da, porque tal prática só trará complicações e nenhum benefício ao corpo.

Medicamentos veterinários

O ADE é um composto das vitaminas A, D e E, usado para tratar carências e infecções em bovinos, equinos, suínos, caprinos e até coelhos. Por conter vitaminas lipossolúveis, o seu veículo é oleoso. Este óleo, quando aplicado no músculo, apenas inflama o local fazendo com que o corpo envolva a substância dentro das fibras musculares, aumentando o volume do local aplicado.

Esta substância, além de não oferecer os “benefícios” dos esteróides ana­bolizantes (porque não se trata de anabolizante e sim apenas de vitaminas), tem efeitos colaterais muito mais devastadores, que podem trazer consequências fatais ou sequelas que podem durar pelo resto da vida, como veremos abaixo:

Possível Paralisia Muscular da Área Aplicada: dependendo de como o óleo for injetado, a agulha pode atingir alguma distribuição de nervos e paralisar para sempre os músculos da região.

Abscessos: podem aparecer caroços na região aplicada que demoram muito para desaparecer.

Infecções: a depender da higiene e genética da pessoa que utiliza o ADE, podem ocorrer infecções nas regiões aplicadas. Na pior das hipóteses, pode ocorrer necrose (morte das células na região aplicada).

– Parada Cardíaca e Respirató­ria: caso a substância seja injetada em uma veia ou artéria, pode ocorrer pa­rada cardíaca e respiratória.

Muitos jovens fazem uso dessa substância, sem saber o que estão colocando dentro do corpo. O uso de medicamentos veterinários não tra­rá saúde, muito menos o “corpo dos sonhos”. São apropriados para uso exclusivo em animais. Coloque as vantagens (se é que existem) e as desvantagens na balança e veja se realmente vale a pena correr tão sérios riscos de saúde.

Finalmente, se você pretende melhorar o condicionamento físico, aumentar a musculatura do corpo e ficar em forma neste verão, utilize meios saudáveis e corretos. Procure orientação médica, frequente acade­mia, tenha alimentação saudável e seja feliz. O corpo e a mente agrade­cem. Lembre-se da tão antiga quanto atual parêmia latina Mens sana in corpore sano”, ou seja, mente sadia em corpo sadio.

Janaina Ribeiro Silva

Por: Janaina Ribeiro Silva

Médica Veterinária CRMV-SE 0229, email:janarsvet@hotmail.com

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Uso de anabolizantes e medicamentos veterinários