Um véio criança que fez brilhar o Brasil na França

- Euvaldo Lima - - 30 de Abril de 2014 | - 5:13 - - Home » 2ª Edição» Cultura» Destaques» Mais Glória - - Sem Comentários

Cícero Alves O Artesão “Véio”

veio

Impulsionado pela centelha divinal que margeia sua caminhada; esculpe os sonhos, a crença, a dor, a alegria e a discriminação de um povo que podemos intitular “Herói Sem Títulos”. Fruto de moderados golpes de um canivete, as obras do nosso autêntico sertanejo sergipano, Cícero Alves, encantam a todos.

Na luta para manter nossas tradições e valores culturais, consegue a admiração de renomados críticos do universo da arte e, aos poucos, graças ao elevado nível de sua sensibilidade, seus trabalhos ganham destaque nos mais requintados museus de arte. Hoje, à margem da rodovia Engenheiro Jorge Neto, a oito km da sede do município de Feira Nova (SE), e a cinco de sua cidade natal, Nossa Senhora da Glória, é visitado por amantes da arte do Brasil e de além fronteira, que visitam esta região.
Os turistas incluem no roteiro uma visita ao admirável artesão com o seu museu encantador, um dos únicos a expressar com nitidez, a vida do nordestino, as ferramentas que deram dignidade ao homem do campo e seus lamentos pela falta de apoio à fertilidade das mentes humildes que se expressam através da arte nas diversas áreas. Quanto ao reconhecimento, nosso artista não tem de que se queixar, nem poderia. Percorrendo importantes eventos culturais brasileiros, levando e elevando os conceitos artísticos; chega aos píncaros da glória, mediante reportagens e documentários sobre a sua vida e obra.

Selecionado foi pela TV Cultura de São Paulo para um documentário que selecionaria dez grandes expressões artísticas do cenário nacional e, para nossa alegria, o Véio obteve uma das mais expressivas indicações, representando o nosso Estado no referido documentário, evento que congregou artistas dos mais diversos lugares. Dentre outros organismos influentes deste segmento, compareceu o INSTITUTO DO IMAGINÁRIO DO POVO BRASILEIRO, de São Paulo que, sensibilizado, resolveu criar e publicar um livro intitulado “TEIMOSIA DO IMAGINÁRIO”, reunindo os melhores momentos e um pouco sobre a vida das dez estrelas selecionadas.

Para nossa felicidade, coube à grandiosidade da obra do nosso artesão “VÉIO” embelezar a capa com uma de suas memoráveis esculturas. A primeira edição dessa obra já foi publicada em dois idiomas: Português e Francês, graças à desenvoltura em suas expressões próprias e originais. Foi escolhido, ainda, para o lançamento na capital mundial da moda, no ‘HISTOIRES DE VOIR FONDATION CARTIER POUR PART CONTEMPORAIN’, a poucos metros da Torre Eiffel, onde, além do lançamento da obra, se fez acompanhado de autoridades francesas e brasileiras nas visitas à Torre, museus e alguns pontos turísticos voltados para a arte e para a cultura.

Nosso artista revela seu talento ao mundo, mostra a nossa arte em alguns idiomas, sob os cuidados de intérpretes e cercado por holofotes de diversas etnias, confirmando que teimosia é uma qualidade. Nós que fazemos a Revista e Portal Mais Glória parabenizamos o artesão e miniaturista Véio, que se faz escudo da arte e sobe a torre da fama, para propagar bem alto o valor da nossa gente.

Euvaldo Lima

Por: Euvaldo Lima dos Reis

Comerciante, Poeta Feiranovense, Esposo da Pedagoga Marta Maria da Silva Reis, divide com Deus a paternidade de quatro estrelas denominadas, LIZZE, BRIZZA, KAIPPE e KAIZZE. Autor do livro de poesia um sopro em versos, de dezenas de cordéis, participou das antologias, Retalhos, Unidos na Fé, e no mês 02/12, classificou 04 das cinco poesias num concurso no Tocantins á nível de Brasil, qual será publicada na antologia “Veloso 2012”, Foi um dos diretores da revista flash, membro das diretorias de diversos órgãos sociais voltados para o voluntariado na região, idealizador e diretor geral do projeto Revista Maisglória.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Um véio criança que fez brilhar o Brasil na França