Um exemplo de fé e dedicação a Deus

- Natanael Gois Lima - - 19 de junho de 2014 | - 4:59 - - Home » 11ª Edição» Mais Glória» Religião - - Sem Comentários

Pastor Adenilson do Espírito Santo (Glória), Pastor Virgínio (Presidente da CONOADESE), Pastor Cícero.

Pastor Adenilson do Espírito Santo (Glória), Pastor Virgínio (Presidente da CONOADESE), Pastor Cícero.

O último mês foi marcado pela prisão dos participantes do mensalão que depois de dez anos receberam a sentença da prisão pelo presi­dente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa. A fama de justiceiro que ganhou da mídia influenciou em decisões populares como a da última semana, onde emitiu um mandado judicial ordenando a pri­são imediata de Félix de Amor à Vida. Para o presidente “esse Félix é quase tão malvado quanto o José Dirceu”. Logo após providenciou a prisão de Carminha e Odete Roitman. Falando em mensalão, o emprego de José Dirceu como ge­rente de hotel teve bastante repercussão. No mesmo sentido, Delúbio Soares resolveu adotar um meio de “ganhar dinheiro” e conseguiu, vai vender Avon no presídio.

Pastor Cícero é um verdadeiro exemplo de fé, dedicação, amor a Deus e a sua magnífica obra. Cícero Avelino de Lima, conheci­do como, Pastor Cícero, nasceu no dia 11 de março de 1924 no estado de Pernambuco, mais precisamente no município da cidade de Pesqueira, no sítio Couro Dantas.

Sendo ele filho de Avelino Francisco de Lima e Luiza Cândida Teixeira, é o pri­mogênito da prole de oito irmãos. Sua infância e juventude foram marcadas pelo trabalho juntamente aos seus pais, na agri­cultura e em outras atividades desenvol­vidas em fazendas. A sua trajetória sempre esteve relacionada ao labor, labor esse, muitas vezes árduo que exigia esforços físicos e força de von­tade para enfrentar as altas e exaustivas madrugadas nas construções de ferrovias em seu estado natal, rodovias e constru­ções de barragens no estado em que ele viria a edificar as suas raízes, Sergipe.

Foi justamente na década de 50 que foi iniciado o processo de solidificação dessas raízes, pois Pastor Cícero Avelino mudou-se para Sergipe e nesse período exerceu a função de garimpeiro desta forma, prestou serviço no Município de Capela, cidade vizinha até então chegar a Nossa Senhora da Glória aonde trabalhou no DNOCS.

Cícero Avelino, jovem evangélico escolheu a cidade de Nossa Senhora da Glória para morar e congregar na Igreja Batista, visto que naquela época não ti­nha o ministério do qual ele fazia parte, Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Durante o tempo em que viveu na capital do sertão, conheceu uma jovem chamada Terezinha de Alvina, e com apenas dois meses e quinze dias casaram-se. Desde então, Pastor Cícero Avelino juntamente com aquela que se­ria a mãe dos seus filhos, entenderam que o trabalho dignifica ao homem e a graça dignifica a Deus, como diz a palavra: “Em todo trabalho há proveito” (Pr. 14.23 a). E no município de Monte Alegre, em­penharam-se ao serviço a Deus quando ele foi escolhido para ser porteiro da Igreja As­sembleia de Deus, e logo depois, o Senhor confirmou o seu chamado, consagrando-o a Pastor.

Como Pastor, pelo seu trabalho no ministério e por causa dos lugares aonde pastoreou, como: Monte Alegre, Nossa Senhora das Dores, Cumbe, Feira Nova, Porto da Folha, e por último Itabaiana ficou conhecido como o Apóstolo do sertão.

Pastor Cícero é um homem deste­mido, que soube e sabe honrar a Deus e a todos os Seus planos e projetos, entendeu desde cedo que não foi ele mesmo quem o escolheu, mas Deus Pai da eternidade o encontrou e fez dele instrumento Seu!

Homem honrado que não mediu es­forços para congratular com o crescimento do evangelho e por esse motivo, por mea­dos da década de 70 saía de Monte Alegre a pé em uma árdua peregrinação levando a Palavra do Senhor a povoados por onde passava, dava assistência aos membros e novos convertidos da igreja.

As estradas de Monte Alegre ao Rio Sergipe conhecem as pegadas daquele que peregrinou e anunciou as boas novas, afim de que, a libertação chegasse a todos os povos.

Hoje, é possível reconhecer e per­ceber que as sementes um dia lançadas germinaram, cresceram e deram frutos, graças a obediência e persistência do Apóstolo do Sertão, que atualmente está jubilado do labor na igreja, mas não no co­ração.

Pastor Cícero Avelino de Lima cons­truiu grandes patrimônios no céu, o seu galardão e na terra a sua linda família, jun­tamente com a sua esposa Terezinha Cren­te que como uma fiel escudeira o ajudou, mas que hoje se encontra a espera de um milagre por está em um estado de saúde muito delicado. Eles têm dez filhos, vinte e um netos, cinco bisnetos e muitas pesso­as viram a Cristo por causa do seu amor a obra.

O amigo de Deus, o homem da fé ina­balável do sorriso incansável e dos pés ca­lejados compreende que em Deus somos mais que vencedores e que d‘Ele devemos esperar todas as coisas. Por esse motivo, temos orgulho e o infinito prazer de reco­nhecer Cícero Avelino, como o Apóstolo do Sertão sendo um exemplo de fé e dedica­ção a Deus.

Natanael Gois Lima

Por: Natanael Gois Lima

Pedagogo, estudande de Enfermagem, funcionário público, o mesmo é o 7º dos 10 filhos do referido apóstolo. Casado e pai de 2 filhas (Lilian e Leila).

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Um exemplo de fé e dedicação a Deus