Palindromia

- Prof. Vasko - - 29 de Maio de 2014 | - 11:46 - - Home » 7ª Edição» Dicas e Curiosidades» Mais Glória - - Sem Comentários

 dicasEsta palavra, pouco conhecida, tem origem nos vocábulos gre­gos: palin (retorno) + dromo (percurso). Então “volta pelo mesmo caminho”.

Na medicina é utilizada para de­signar a “recaída de uma doença”.

Na literatura é mais conhecida para denominar um fato extremamen­te interessante e que, por isto, desper­ta a atenção de estudiosos e simples curiosos.

Números, palavras e frases são chamados palíndromos, quando, li­dos de trás para frente, não sofrem alteração.

Quando fazemos a leitura ao in­verso, somente a pontuação e a acen­tuação podem, às vezes, ser prejudica­das.

Frases palíndromas, às vezes, mostram-se sem sentido, mas nem por isto deixam de ser apreciadas como passatempo e curiosidade.

Em latim e em muitos idiomas modernos, encontramos esse fenô­meno que encanta pessoas de todas as faixas etárias.

Por muito tempo, as mais longas palavras palíndromas (conhecidas) da nossa língua eram: anilina e reviver, ambas com sete letras. Hoje, sabemos que há outras mais extensas, como somáramos (1ª pessoa do plural do pretérito mais-que-perfeito do verbo somar), com 9 caracteres.

Exemplos de palindromia:

– nos números:

12.321, 145.541, 8.307.038;

– nas palavras:

arara, mirim, rever, salas, matam, osso, ralar, metem, reter; ovo;

– nas frases:

*Roma me tem amor;

*Anotaram a maratona;

*Anotaram a data da maratona;

*Libânio, o inábil;

*Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos;

*A base do teto desaba;

*Laço bacana para panaca boçal;

*A droga do dote é todo da gorda;

*Ama, cauteloso, o sol e tua cama; E até o papa poeta é;

*O romano acata amores a damas amadas e Roma ataca o namoro.

Agora, um texto palíndromo, talvez o mais comprido da nossa língua:

E toma, leva, roda a missa. Reza fará prazer… e lave-me, ótimo é o demo, evite o azar, evite-se esse mês. Acor­de pedroca sem esse (e se tive razão, e tive) o medo é o mito e me vale rezar para fazer assim. À Adorável, amo-te.

Divirtam-se.

Prof. Vasko

Por: Prof. Vasko

Aposentado do Banco do Brasil, advogado, jornalista, radialista e filiado à ASI. Pós-Graduado em Administração de Empresas, Didática Superior, Gestão Escolar e Língua Portuguesa. Com outros professores, fundou, em 1970, o Ginásio Comunitário Dom José Vicente Távora, em Nossa Senhora da Glória (SE). Apresentou programa em TV. Lecionou Matemática, Português e Direito. Ocupa a Cadeira nº 13 do MAC da Academia Sergipana de Letras. É Diretor do POLICURSO.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Palindromia