Nossa Senhora da Glória, 85 anos de independência!

- Tiago Vieira - - 11 de junho de 2014 | - 10:11 - - Home » 10ª Edição» Conhecendo Glória» Mais Glória - - Sem Comentários

gloriaNo dia 26 de setembro, coin­cidentemente no mês da in­dependência de nosso país, a cidade de Glória também celebra sua independência, pois, nesta importantíssima data, o município co­memora 85 anos de emancipação po­lítica. Todavia, a história de nosso mu­nicípio é um pouco mais antiga. Glória começou com as primeiras aglomera­ções de tropeiros que atravessavam a região do sertão, tangendo seu gado, pernoitavam na então “Boca da Mata” (primeira denominação do município) e seguiam viagem durante o dia, por temerem os possíveis perigos de uma mata fechada à noite. A fascinante his­tória dessa cidade é explorada e nar­rada minuciosamente na obra “Glória Cantada em Versos”, do professor, po­eta e membro fundador da Academia Gloriense de Letras (AGL), professor Jorge Henrique, como é conhecido popularmente. Trata-se de um livro de cordel, obra muito rica e que evidencia traços marcantes da cultura do povo sertanejo. É uma ótima sugestão de leitura para todos aqueles que dese­jam conhecer mais sobre a história de nosso município.

Embora tenha se passado pouco tempo desde a data de sua emanci­pação até os dias atuais, muito são os fatos marcantes que denotam o crescimento geográfico, demográfico, econômico, histórico e cultural des­se município. Contudo, não devemos nos ater apenas ao passado de nos­so município, é preciso contemplar o presente, cujos fatos significativos se enredarão nos caminhos da história e irão compor um belo futuro.

A cidade de Glória hoje é conheci­da nos quatro cantos do Estado como “A Capital do Sertão” e faz jus a esse título não só por sua extensão geográ­fica e pelo seu quadro demográfico atual, mas, sobretudo, pelo seu de­senvolvimento econômico e cultural, observado nos últimos anos de sua história. No campo econômico, além de contar com indústrias de médio e grande porte, que geram muitos em­pregos diretos e exportam seus pro­dutos para todo o país, Glória ainda conta com um forte comércio, em as­censão constante, e com a maior feira livre do Estado. Na esfera cultural, o crescimento foi exponencial! Além do destaque que pode ser dado, até mes­mo no cenário nacional, a poetas, es­critores, músicos, artistas de teatro e artesãos (nativos de Glória), a criação a Academia Gloriense de Letras (AGL), a primeira no interior do Estado de Sergipe, sem dúvida foi o maior marco cultural da história recente da cidade.

Por fim, não podemos nos esque­cer de destacar o grande avanço da educação ocorrido nos últimos anos, desde a instalação de um campus do Instituto Federal Tecnológico de Sergi­pe (IFS), que já está em funcionamen­to e contribui para formação técnica dos glorienses, qualificando-os para enfrentar o ferrenho mercado de tra­balho, até o grande sonho dos nossos munícipes: o campus da Universidade Federal de Sergipe (UFS). E esse so­nho está bem próximo de se tornar re­alidade. Recentemente, foi anunciada a criação de mais um campus da UFS no interior do Estado, denominado “Campus do Sertão”, e o nosso muni­cípio, por todas as características aqui citadas, é o mais cotado para recebê­-lo. Inclusive, o atual reitor da UFS, em visita a Glória, declarou publicamente “Este é o Lugar!”. Com a UFS, não so­mente o município de Glória irá cres­cer, mas também todo o sertão e, sem dúvida, todo esse desenvolvimento irá contribuir para a construção de um município gerador de frutos positivos no futuro.

Tiago Vieira

Por: Tiago Vieira

Licenciado em Ciências Naturais pela Universidade Tiradentes-UNIT e atualmente Oficial Administrati¬vo da Secretaria de Estado da Edu¬cação de Sergipe-SEED/SE.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Nossa Senhora da Glória, 85 anos de independência!