Revelações musicais do alto sertão sergi­pano

- Euvaldo Lima - - 4 de junho de 2014 | - 7:24 - - Home » 8ª Edição» Cultura» Mais Glória - - Sem Comentários

sofoneiroA região do alto sertão sergi­pano, assim como acontece em todo o nordeste do Bra­sil, também se revela rica quando se fala em cultura musical. Ainda mais quando falamos em forró e em toda riqueza do pé de serra que se configura como um estandarte da região, principalmente exposta atra­vés dos festejos juninos. Na cidade de Nossa Senhora da Glória, não poderia ser diferente, o município conta com diversas formas de manifestação junina e consequen­temente de músicas e cantores que se misturam e aderem a esse tipo de festejo.

Como não relatar aqui a existên­cia do nosso querido sanfoneiro José Hernesto dos Santos, ou como é mais conheci­do, “Tenente san­foneiro”, natural da cidade e que, com sua sanfona e suas notas de qualidade ímpar, vem elevando o nome e a cultura sertaneja por meio da sua música. Com apenas 17 anos de idade foi apresentado ao acordeon, instrumen­to pelo qual se apaixonou e com o qual começou a sua jornada pelas belas le­tras e canções. Tocou ao lado de gran­des músicos como Erivaldo de Carira que, além de ter gravado suas mú­sicas o considera um grande amigo e compositor.

O apelido, tão despretensio­samente posto no cantor de origem humilde, dotado de muito respeito perante o cenário forrozeiro do nosso estado, se deu quando o mesmo era ainda criança, ao brincar com seus amigos na escola. Segundo o próprio Hernesto, ao medir forças com os colegas, ele sempre se destacava, vestido de uniforme esco­lar e com toda essa garra, logo puse­ram-lhe tal semelhança, como um te­nente, sempre coordenando. Pai de Paulo, vocalista do Musi­cal Syriu’s, grande banda de forró da região, Hernesto sempre se manteve envolvido na tradição do forró pé de serra, fosse tocando e distribuindo simpatia nas suas músicas e interpre­tações, fosse incentivando outros ar­tistas da terra.

braulioOutro destaque na região é Brau­lio, gloriense dedicado à música, que luta pela divulgação do seu trabalho e que já está na estrada há mais de 30 anos, Braulio já fez muito sucesso a nível nacional com a música “Forró do Chupa Cabra”. Atu­almente destaca­-se na região com o sucesso, “Bebendo e Chorando”, e vem animando muitos eventos e ouvintes da Rádio FM Boca da Mata na qual apresenta um progra­ma voltado para os amantes da músi­ca na sertaneja.

De coração e braços abertos a população da nossa cidade, Braulio sempre retratou as relações humanas de forma intensa, os amores do ho­mem do sertão que se confundem com as relações de to­dos os homens co­muns, o particular que toca o univer­sal. O amor que é comum a todos os seres humanos. Bráulio começou a cantar desde cedo, uma das suas primeiras bandas foi formada ainda em parceria com seu irmão, cujo nome, assim como sua personalidade sempre se destacou na capital do sertão, “Divisor e conscien­te”. Agora em carreira solo, sua ale­gria de viver e a música que compõe configuram a aceitação do mesmo na cidade onde reside, sempre rodeado de amigos e compositores, o cantor é conhecido e aclamado pela popula­ção.

musica

Euvaldo Lima

Por: Euvaldo Lima dos Reis

Comerciante, Poeta Feiranovense, Esposo da Pedagoga Marta Maria da Silva Reis, divide com Deus a paternidade de quatro estrelas denominadas, LIZZE, BRIZZA, KAIPPE e KAIZZE. Autor do livro de poesia um sopro em versos, de dezenas de cordéis, participou das antologias, Retalhos, Unidos na Fé, e no mês 02/12, classificou 04 das cinco poesias num concurso no Tocantins á nível de Brasil, qual será publicada na antologia “Veloso 2012”, Foi um dos diretores da revista flash, membro das diretorias de diversos órgãos sociais voltados para o voluntariado na região, idealizador e diretor geral do projeto Revista Maisglória.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Revelações musicais do alto sertão sergi­pano