Iolanda: Por uma construção do seu papel na sociedade gloriense

- Ramon Diego - - 10 de junho de 2014 | - 5:53 - - Home » 9ª Edição» Cultura» Mais Glória - - Sem Comentários

dona_olga2100

Iolanda nasceu a 28 de Abril de 1968, em Mesinha, povoado de Nossa Senhora da Glória-SE. Filha de Arlinda Santos de Menezes e José Joaquim de Almeida, tem treze irmãos, sendo cinco mulheres e oito homens. Começou a trabalhar muito cedo na roça, ajudava as mães nas tarefas de casa. Começou a fazer suas artes em 2001, após um programa de Ana Maria Braga. Viu uma matéria sobre papel reciclado e com isso, a doce Iolanda aprendeu a fazer seus trabalhos. A Artesã, porém, não se conformou com o esboço de algo que se tornaria cada vez maior e mais belo, o seu trabalho na moldura dos papéis, revertendo e ampliando também, seu papel na sociedade gloriense. Apesar das dificuldades Iolanda nunca se acomodou, sempre estudando e se aprimorando, conseguiu destaque nas artes do nosso município, construindo seu espaço por meio dos artesanatos e das significações de cada obra, moldando em papel a subjetividade dos apreciadores de seu trabalho.

Ramon Diego

Por: Ramon Diego

Escritor, estudante de letras português/francês, poeta residente em Nossa senhora da Glória e editor da revista impressões, além de colaborador dos jornais “Correio de Sergipe” e “O regional”.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Iolanda: Por uma construção do seu papel na sociedade gloriense