GILDO DE SOUZA XAVIER: Um modelo de pai

- Eleomar Marques - - 10 de junho de 2014 | - 11:43 - - Home » 9ª Edição» Homenagens» Mais Glória - - Sem Comentários

gildo2

Senhor Gildo, como é bastante conhecido na sociedade portofolhense, toda vida foi um homem pacato e dedicado à família. Tanto é assim que quando ficou viúvo preferiu dedicar-se ao futuro dos filhos em detri­mento de um novo relacionamento. A seguinte oração deixa entrever sua preocupação enquanto pai: ORAÇÃO DO PAI:

gildo“Deus conceda-me”!

VIDA

“Para ver crescer meus filhos!”

PACIÊNCIA

“Para educá-los sem ter que submetê­-los!”

SABEDORIA

“Para que meus atos não os prejudi­quem!”

AMOR

“Para guiá-los até ao seu destino!”

CORAGEM

“Para aceitar o que eles escolherem!” “Permita SENHOR, que a nossa imagem para os nossos filhos, seja a de um PORTO SEGURO que os acolha na tempestade ou na bonança com a firmeza, a compreensão e a paciência que só o AMOR pode dar”. Buraqueiro da gema, Gildo Xavier nasceu em 1933, filho de um destacado político da região, o qual foi muito influenciado, Pe­dro Xavier de Melo, o senhor Pedrinho, que fora prefeito de Porto da Folha/ SE nos idos dos anos 1960. Senhor Gildo iniciou seus estudos no povoado Ilha do Ouro, depois se transferiu para Penedo/ AL. Doravante, chega a capital sergipana para estudar no então Ginásio Tobias Barreto. Católico fer­voroso, devoto de Santa Teresinha do Me­nino Jesus e fiel a seus princípios, deu total assistência aos seus pais e a sua inesque­cível esposa, dona Maria Odete, a Dona Detinha, até o final das suas missões aqui na terra. Exemplo de pai e amigo, sempre marca presença no dia 8 de dezembro, dia de Nossa Senhora da Conceição, a padro­eira da cidade.

Na vida profissional ganhou grande experiência visto que foi tabelião do 1º Ofí­cio do Termo de Porto da Folha, Comarca de Gararu/ SE. Trabalhou na CODEVASF e foi escrivão da antiga Coletoria de Porto da Folha até atingir ao cargo de auditor fiscal da Receita Federal. Depois de ter passado por alegrias e tristezas, aqui ain­da se encontra seu Gildo, quando acaba de comemorar 80 anos de vida junto, como sempre, a sua querida família e centenas de amigos. Formou uma verdadeira prole, dez filhos, 21 netos e um bisneto. Senhor Gildo Xavier, esperamos que outros meses julianos possam vir para termos, ao nosso lado, um modelo de pai, avô e bisavô, in­felizmente coisa rara na vida atual. Para­béns, que Santa Teresinha possa guiar seus preciosos passos.

Fonte: Gilná Xavier

Eleomar Marques

Por: Eleomar Marques

Licenciado em História pela UFS e acadêmico de Direito pela mesma universidade. Estudante de Rádio e TV, SENAC/ CE (EAD). Professor da rede estadual de ensino de Sergipe e municipal de Porto da Folha/ SE.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: GILDO DE SOUZA XAVIER: Um modelo de pai