FM Boca da Mata já nasceu solidária

- Euvaldo Lima - - 11 de junho de 2014 | - 9:49 - - Home » 10ª Edição» Mais Glória - - Sem Comentários

Com o objetivo de manter a sociedade gloriense melhor informada, em reduzir dis­tância entre a sede e seus di­versos povoados, aproximar cada vez mais seus munícipes, o empresário Jorge Santana, esposo de Ana Santa­na e pai dos garotos Lucas Góes e Ma­teus Góes, eterno apaixonado por rá­dio, em conversa com o seu cunhado José Luiz de Góes, no inicio da década de noventa, toma conhecimento de um programa nacional que incentiva­va a criação de rádios em frequências moduladas comunitárias, e daí pra cá, tudo que o mesmo via em sua frente era o desejo em materializar essa pos­sibilidade, assim reuniu forças e em 26 de setembro de 1998, O Grupo da Mata – que levou esse nome inspirado no grupo de escoteiros boca da mata – Comprou com o bispo Dom Mário, 20 em outras comunidades do baixo são Francisco.

Com a colaboração de alguns amigos e associações, leva ao ar a voz da cidadania, a voz da comunida­de gloriense que parecia estar órfão e passa a ver na emissora altamente gloriense, uma aliada que não se limi­tava a versatilidade musical, atenden­do a todos os gostos, mas sobre tudo uma parceira, sensibilizada com a dor do sertanejo, como presenciamos em várias campanhas que, comovido com o sofrimento do seu povo, o diretor Jorge Santana aliava-se aos grupos representantes da sociedade, a exem­plo do memorável grupo de Escoteiro boca da Mata, a CDL Glória e entre outros, alguns segmentos religiosos, para amenizar o penar das sociedades carentes.

Quem por várias vezes não co­laborou com membros da sociedade que movidos pelo desespero que se encontram, recorrem aos já citados microfones? (da 104,9 FM Boca da Mata)

A mesma sempre exerceu um pa­pel fundamental na sociedade como um meio de comunicação rápido e eficaz servindo de ponte entre nossa gente e os quatro cantos do mundo, e sempre através dos seus microfones, expõem seus problemas, suas críticas e seus desejos, participam ativamen­te do processo de desenvolvimento, além de exaltarem suas felicitações diante do que surge de melhor.

O único microfone existente na­quela época foi franqueado a toda co­munidade e entre os que se candida­taram e assumiram um horário como locutores na primeira e humilde insta­lação, estão: Roberto Silva, Anselmo Santana, Overlan Freita, Gauchinho, Gilvanea e Gilberto Freitas, Oderlan Santiago, Voney Rangel, Wilami Lima, Luzimar Aragão, Pastor Heleno, Gibi, Ginaldo Joaquim, Valter Freitas e o po­eta Euvaldo Lima, todos sobre a com­petência do DJ Cabelinho.

Muitos desses nomes citados se profissionalizaram e fizeram daquela oportunidade uma profissão e com decência estão espalhando talento nas mais diversas emissoras do nosso estado, porém alguns deles, por amor ao segmento e a sua gente, permane­cem até os dias de hoje, fazendo da Boca da Mata FM 104,9, a voz da cida­dania.

E nós que fazemos o Portal e Re­vista Mais Glória, Revista Mais Carira e a mais Buraqueiro conscientes da importância deste instrumento para sociedade, queremos na passagem de mais um ano desejar a todos, para­béns e em nome da comunidade glo­riense agradecer por cada gesto em beneficio de todos.

Presidente – Jorge Santana

Vice Presidente – Elenice Santana

Tesoureira – Rosa de Góes

Dir. Administrativo – Marcos Santana

fm

Euvaldo Lima

Por: Euvaldo Lima dos Reis

Comerciante, Poeta Feiranovense, Esposo da Pedagoga Marta Maria da Silva Reis, divide com Deus a paternidade de quatro estrelas denominadas, LIZZE, BRIZZA, KAIPPE e KAIZZE. Autor do livro de poesia um sopro em versos, de dezenas de cordéis, participou das antologias, Retalhos, Unidos na Fé, e no mês 02/12, classificou 04 das cinco poesias num concurso no Tocantins á nível de Brasil, qual será publicada na antologia “Veloso 2012”, Foi um dos diretores da revista flash, membro das diretorias de diversos órgãos sociais voltados para o voluntariado na região, idealizador e diretor geral do projeto Revista Maisglória.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: FM Boca da Mata já nasceu solidária