Está na hora de pedir demissão?

- Euler Prado Rocha - - 5 de julho de 2016 | - 4:29 - - Home » 16ª Edição» Mais Glória - - Sem Comentários

Em determinados momentos da nossa vida, percebemos que já não temos mais o mesmo entusiasmo pelo nosso emprego. Ao invés da costumeira empolgação diária, damos espaço à falta de interesse, ao cansaço, ao stress, ao desgaste do nosso relacionamento com os colegas e cada passo que damos em direção ao trabalho parece ser um obstáculo enorme cuja dificuldade em transpor supera o ânimo que outrora nos movia diariamente ao emprego, sem medir qualquer esforço. A rotina de trabalho está se tornando insuportável. O desânimo às vezes é tão grande que até a saúde piora. De repente, pode estar chegando a hora de trocar de emprego!

Entretanto, as necessidades materiais, a insegurança e o medo do novo, muitas vezes, nos tomam a coragem de tomar uma atitude como esta e acabamos precisando de um “empurrão” de alguém que nos motive a realmente buscar a mudança.

Muitas pessoas são capazes de identificar os sinais que indicam que chegou a hora de deixar o seu trabalho. Apesar disso, estas pessoas não tentam melhorar suas situações e simplesmente permanecem reclamando do que estão passando. Porém, outros conseguem identificar estes sinais e se movimentar no sentido da melhora.

Vamos refletir sobre o assunto:

Antes de mais nada, conscientize-se de que trocar de emprego não deve ser um mito e nem um monstro. É saudável ficar em uma empresa onde você sente-se bem e onde seu trabalho é valorizado. Caso isso não venha acontecendo, tente identificar quais são os motivos que o levaram a chegar nessa situação. Avalie as chances de adaptação local e, caso você não veja saída, saia sem peso na consciência.

Se você sente que a sua reputação está sendo danificada, analise melhor o que está acontecendo. As pessoas trabalham duro para construir uma imagem profissional boa. Porém, quando o processo de desgaste se inicia, recuperar uma reputação manchada pode ser difícil. Muitas vezes, este desgaste se deve a falhas sucessivas do próprio funcionário, o que deve ser reconhecido pelo mesmo e devidamente tratado. Entretanto, quando este desgaste é devido à falta de adaptação ao ambiente, à forma de trabalho da empresa, ou ao desgaste do relacionamento com alguns colegas que vão, sorrateiramente, minando a sua reputação, é importante que você analise com muito mais cuidado, pois, dependendo da situação, pode ser improvável que você recupere sua reputação anterior. Neste caso, uma recolocação pode ser a melhor saída para um novo começo.

A falta de desafios profissionais é um grande indicador de estagnação da carreira profissional. E uma carreira estagnada significa que você precisa encontrar novos desafios no seu trabalho ou mesmo procurar uma nova ocupação. O desafio tem um poder enorme de motivar o profissional e lançá-lo a novos patamares em sua carreira. Mas se o seu dia a dia de trabalho te traz uma rotina onde você consegue prever tudo o que vai acontecer e já conhece todas as respostas possíveis, então pode ser o momento da mudança, na busca por novos desafios de aprendizagem e crescimento profissional e interior.

Muito parecido com a inexistência de desafios, a falta de aprendizado no seu cargo atual fará com que sua carreira pare de se desenvolver. A situação pode até ser confortável, pois você já domina todos os aspectos do seu trabalho, entretanto o perigo é grande, pois esse excesso de conforto gera acomodação e estagnação na sua carreira. Saia dessa zona de conforto e mexa-se.

E quando suas idéias não são aproveitadas? Você apresenta ótimas sugestões para o seu trabalho, mas suas idéias são sempre ignoradas. Não há nada mais desmotivador do que trabalhar em prol de alguém que não valoriza suas capacidades. Se você passa por isso, considere a possibilidade de pedir uma recolocação, seja na sua empresa ou em uma empresa que te valorize e cresça!

Você arrumou outro emprego: O mercado é sempre aquecido para quem trabalha bem. Porém, trocar de emprego em um ritmo muito acelerado pode arruinar sua reputação. Se você planeja recolocar-se ou mesmo foi procurado por alguma empresa, pense com calma. Reflita e só troque de emprego após uma análise bem fundamentada.

Outro aspecto importante a ser sempre observado é quando o trabalho começa a impactar muito na sua vida particular. Quando você passa a ter menos tempo disponível para a sua família por causa do trabalho, significa que, de alguma forma, a atividade profissional está exigindo cada vez mais de você. Este fato pode até ser salutar durante uma fase da sua vida ou para a realização de algum projeto pessoal, entretanto você deve cuidar para que haja sempre o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. Para que você tenha uma vida plena de realizações, todos os aspectos da sua existência devem estar em harmonia e equilíbrio, de forma que você possa contemplar todas as suas necessidades.

Esteja sempre atento e ligado no que você pode fazer para melhorar na sua vida pessoal e profissional e nunca descuide dos sinais de alerta que o seu superior ou os seus colegas podem te passar. Se algo acontece e você fica em dúvidas, o melhor é conversar com seu superior e esclarecer tudo, afinal não há nada pior do que viver inseguro. E lembre-se: somos os maiores responsáveis pelo nosso próprio sucesso, e pelo fracasso também.

Um abraço e até a próxima.

Euler Prado Rocha

Por: Euler Prado Rocha

Servidor do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região. Graduado em Ciência da Computação, com pós-graduação em Gestão Pública Judiciária

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Está na hora de pedir demissão?