Divórcio

- Andrade, dantas, Ferreira & Nery - - 29 de Maio de 2014 | - 5:17 - - Home » 7ª Edição» Mais Glória - - Sem Comentários

27967-foto-divulgacaoApós um recente filme estre­lado por John Cusack no pa­pel de Edgar Allan Poe, “O Corvo”, a literatura de Poe (considerado o criador do gênero de ficção policial) que sempre se mostrou uma “caixinha de surpresas”, serve agora como material para séries que se permeiam de sensacionais e muito bem construídas referencias das obras do já imortalizado escritor. Prova disso é o mais novo thriller policial da FOX americana: The Following.

A série se inicia quando um fa­moso serial killer, que já estava preso e prestes a ser executado pela pena de morte, escapa da cadeia e volta a ma­tar. O que faz o FBI chamar o ex-agen­te Ryan Hardy (interpretado por Kevin Bacon), que havia encerrado o caso e já tinha conhecimento do mesmo. Re­tirando então de sua aposentadoria, Ryan reencontra uma das vítimas do assassino em série que foi salva por ele e tenta a proteger além de tentar capturar o “psicopata”.

Grande fã e entusiasta da obra de Edgar Allan Poe, o assassino em série, Joe Carroll, era professor de literatura e matou muitas de suas alunas (uni­versitárias) fazendo referência a mor­tes das obras de Edgar, como: “O Co­ração Revelador”, “O Gato Preto”, “O Crovo”, “O Barril de Amontillado”, etc.

Porém, a grande premissa da sé­rie é em mostrar uma espécie de “sei­ta” que se foi criada, partindo da ideia de que nos EUA existem mais de 300 mil psicopatas, onde Carroll seria o lí­der e muitos desses psicopatas seriam seus seguidores, daí vem o nome da série: “The Following”, que em tradu­ção livre seria “Os Seguidores”.

Ao final do piloto (primeiro epi­sódio) da série o assassino fala que tudo aquilo que vimos até agora é só o “Prólogo”, de tal forma, prometen­do que por aí vem grandes surpresas (ainda maiores das que ocorrem no 1º episódio) durante o decorrer da série, que no caso seria sua “grande obra co­letiva”.

Seguindo a nova lei de incentivo ao audiovisual no Brasil, outra mais re­cente produção que se baseia nos con­tos de Allan Poe é “Contos do Edgar”, exibida pela FOX Brasil, com produção do famoso cineasta Fernando Meirel­les (O2 Filmes) e participação da can­tora Gaby Amarantos (no papel de Be­renice), a série adapta obras do autor a realidade de uma periferia brasileira, localizada em São Paulo no século XXI.

Diferente de “The Following”, que tem referências das obras de Edgar Allan Poe, “Contos do Edgar” adapta por completo suas obras mais importantes a cada episódio. O pri­meiro, por exemplo, é uma adaptação de “Berenice”, um dos contos mais misteriosos e macabros de Poe, na sé­rie a personagem ganha do nome de “Berê”.

Ainda no seu início, “The Follo­wing” e “Contos do Edgar” prometem surpreender e assustar seus expectado­res, para que gosta do estilo é um pra­to cheio e até para quem não é muito chegado é no mínimo interessante. Am­bas séries estão atualmente no ar “The Following” é exibida no canal Warner Chanel e “Contos do Edgar” na Fox.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Divórcio