Autoestima

- Idegivânia dos Santos Silva - - 14 de Maio de 2014 | - 2:50 - - Home » 5ª Edição» Mais Glória» Saúde - - Sem Comentários

comparacaoEstima define-se como apre­ço, valor, estimativa de valia. Autoestima é o conjunto de crenças que você carrega na sua cabeça e que aceita como verdade em relação a si mesmo, ainda que não o seja.

Pessoas com conduta emocional de baixa autoestima são críticas dos outros, pessimistas, reclamam das circunstâncias, têm pavio curto, re­jeitam ajuda dos outros, esperam a perfeição em si e nos outros, sentem­-se muito culpadas, procuram culpar os outros para exercer controle, em geral dependem muito de Deus, têm rígidas regras de conduta, podem não ter caráter, tornam-se facilmente de­pendentes de álcool, drogas, trabalho, amor ou religião.

Pessoas com conduta emocional de elevada autoestima aceitam os ou­tros como são, conformam-se com as circunstâncias, são otimistas, rara­mente perdem a calma, planejam a vida positivamente, não pedem aju­da, mas a aceitam de bom grado, es­peram que as coisas saiam bem sem exigências, não culpam a si mesmas nem aos outros, jamais usam a culpa como instrumento de controle, persu­adem em vez de manipular, creem que Deus espera que os homens ajam com responsabilidade, seguem flexíveis re­gras de conduta, dentro dos limites da razão, têm diretrizes de caráter bem desenvolvidas, controlam os impul­sos, geram sozinhas as suas viagens.

Como desenvolver a verdadeira au­toestima?

Fato: Deus quer que você se ame. Em dezenove oportunidades a Bíblia man­da que nos amemos. Deseje mudar de vida e realize o pro­grama de mudança. Coloque seus ob­jetivos por escrito, dedique-se a eles e, por fim, os realize. Entre em contato com você mesmo, com seus sentimentos, sua mente, sua vontade e se torne uma pessoa ín­tegra. Pratique a política de beneficiar os outros. Desfrute o poder positivo de dar a seus semelhantes o calor e a luz do sol. Melhore sua saúde física. Entre em forma e permaneça em for­ma. A fadiga nos faz covardes. Melhore sua saúde mental. Deleite­-se com conversações espirituais. Leia livros desafiadores e alargue seus inte­resses intelectuais. Melhore sua saúde social. Dê a si mes­mo o melhor dos presentes, que são bons amigos. Desfrute a música, as viagens, a natureza, o comer fora e outras boas experiências sociais. Melhore a sua saúde espiritual. Livre­-se de sentimentos de culpa. Aprenda a aceitar o amor de Deus. Aumente suas atividades prazerosas. Decida-se a desfrutar o prazer, livre de arrependimentos.

Planeje uma vida de realizações. Só se tem uma vida – faça dela uma GRAN­DE VIDA.

Autoestima é o respeito por si mesmo, a sensação do próprio valor. Quando alguém a sente no fundo do seu ser, alegra-se por ser quem é. Aque­le cuja autoestima é elevada não perde tempo em impressionar os demais: sabe que tem valor.

 

Idegivânia dos Santos Silva

Por: Idegivânia dos Santos Silva

Graduada em Psicologia Clínica pelo Centro de Estudo Superior de Maceió (CESMAC), durante todo o seu percurso acadêmico e profissional esteve voltada para o trabalho com pessoas acometidas por sofrimento psíquico.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Autoestima