ARTE DA NOSSA TERRA: A trajetória do artista Eraldo Alves

- Euvaldo Lima - - 5 de julho de 2016 | - 4:46 - - Home » 23ª Edição» Mais Glória - - Sem Comentários

eraldo-alvesNesta edição, para esta coluna, temos a alegria em homenagearmos o jovem Eraldo Alves, esta expressão artística que continua a surpreender não apenas o amplo sertão sergipano, mais também algumas cidades além fronteiras, levando a imagem serena do nosso povo, através do seu patrimônio maior, sua voz qual tem a incumbência de além de cantar o que o povo pede, mostra outra grandeza que enobrece o seu perfil talentoso, as suas inúmeras composições criadas ao longo dos seus trinta anos de idade, expressando toda emoção vivida a cada palmo de sua estrada.

De origens humildes, filho da senhora Josélia Gomes, alagoana e do lavrador Antonio Alves, que também é músico, fonte maior de suas inspirações e do enveredar nas trilhas sonoras que cada vez mais se firma como foco dos seus sonhos. Não tinha hora determinada para ouvir do seu pai as modas de viola, as famosas caipiras, quando menos se esperava o mesmo surgia cantando e tocando os sucessos da época e na ausência do seu pai, quando da luta diária para manter a família com o suor do rosto, ele percebia os insultos constantes de um vilão provocante que lhe sorria do canto da sala.

Daí pegou gosto, ganhou admiração dos que percebia o despontar dos seus talentos e não cansou de aparecer propostas para alegrar pequenos eventos.

Em 2008, se junta a Rony Silva e formam a dupla Eraldo & Rony lançam alguns trabalhos, porém o destino prepara outros caminhos, e hoje o mesmo realiza-se juntando palavras a notas musicais sequenciadas, que resultaram em belas composições que abrem portas para um universo do qual somos pequenos para saber a sua dimensão. E sela esse momento com o lançamento do seu novo disco intitulado “IMPREVISÍVEL”, todo com música de sua autoria.
Parabéns e sucesso nessa nova etapa de sua caminhada Eraldo Alves.

fundo-cd-eraldo-alves

Euvaldo Lima

Por: Euvaldo Lima dos Reis

Comerciante, Poeta Feiranovense, Esposo da Pedagoga Marta Maria da Silva Reis, divide com Deus a paternidade de quatro estrelas denominadas, LIZZE, BRIZZA, KAIPPE e KAIZZE. Autor do livro de poesia um sopro em versos, de dezenas de cordéis, participou das antologias, Retalhos, Unidos na Fé, e no mês 02/12, classificou 04 das cinco poesias num concurso no Tocantins á nível de Brasil, qual será publicada na antologia “Veloso 2012”, Foi um dos diretores da revista flash, membro das diretorias de diversos órgãos sociais voltados para o voluntariado na região, idealizador e diretor geral do projeto Revista Maisglória.

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: ARTE DA NOSSA TERRA: A trajetória do artista Eraldo Alves