Arborização de Glória

- Valmor Ribeiro Aragão - - 6 de julho de 2016 | - 2:07 - - Home » 17ª Edição» Mais Glória - - Sem Comentários

DSC_0004Dias atrás tive a necessidade de ir ao cabelereiro e lá me chamou a atenção um quadro afixado à parede, o qual me fez rir e ao mesmo tempo levar a uma reflexão sobre a gravura ali posta. Mostrava a gravura, um senhor sentado debaixo de uma árvore frondosa, assim se expressando: “quando penso em trabalhar; aí vem a vontade de dormir” O raciocínio ou pensamento deste personagem nos conduz, outras além do aspecto humorístico, a interpretações outras, mas nos deixa, a priori, a certeza de que as árvores/plantas proporcionam diversos níveis de satisfação humana.

Oportuno, levantar aqui, a partir do pensamento do cidadão ilustrado acima, a premente necessidade de se desenvolver um processo de arborização, não somente das cidades, mas também de povoados a partir de projetos, planos ou programas urbanísticos, considerando que ultimamente tem-se observado que está aumentando na população brasileira a preocupação em relação ao meio ambiente urbano e rural, na busca de uma melhor qualidade de vida. No entanto, convem frisar que a arborização ambiental de cidades e/ou povoados não é tão somente plantar por plantar árvore, mas seguir ou obedecer a um planejamento, contendo dentre outras providências a definição de espécies vegetais a serem plantadas em praças, ruas, avenidas, parques, tendo como base um projeto, anteriormente citado, que depois de elaborado seja discutido com a comunidade e instituições públicas e/ou privadas interessadas, demonstrando a importância do mesmo, bem como definição das responsabilidades das mesmas, dada à complexidade e implicações, muitas delas nas áreas ambiental e jurídica.

DSC_0006É necessário registrar, os inúmeros benefícios proporcionados pelo processo de arborização ambiental, quais sejam: propicia o sombreamento das cidades, purifica o ar, promove a atração de aves e pássaros, diminui a poluição ambiental e sonora, produz o embelezamento das cidades, diminui o impacto das chuvas, reduz a temperatura do ar, libera oxigênio necessário à respiração humana e animal, constitui fator estético e paisagístico, valoriza a qualidade de vida local, traz satisfação à comunidade beneficiada, dentre outros.

Apenas ratificando a importância da arborização ambiental, em algumas cidades brasileiras, árvores centenárias se constituem símbolo e orgulho destas comunidades, por fazerem parte da sua história, inclusive, dando-lhes nomes a produtos, ruas, praças, lanchonetes, casas comerciais, sítios, fazendas, outros, dando, assim, belo exemplo de conscientização e valorização da arborização ambiental.

Lamenta-se, portanto, que a compreensão de se conviver com a natureza passe distante da maioria dos gestores públicos, facilmente identificados em cidades e povoados desnudos ou com pouquíssima as árvores, reforçando o pensamento atual de alguns ambientalistas, de que as cidades estão cada vez mais se distanciando da natureza, o que faz sentido, quando se leva em consideração a região do Alto Sertão Sergipano, onde nenhuma ação nesse sentido foi deflagrada, mesmo tendo os gestores públicos municipais conhecimento de suas condições climáticas adversas, com presença marcante de um sol escaldante e temperaturas diurnas elevadas durante grande parte do ano (próximas a 40º C), e de informações veiculadas através da mídia local, nacional e internacional. Acreditamos, pois, que no curto e médio prazo, as comunidades desta região passarão a exigir de seus gestores decisões firmes que possam amenizar as condições ambientais hostis, trazendo-lhes melhor conforto e alegria de viver.

Valmor Ribeiro Aragão

Por: Valmor Ribeiro Aragão

Eng. Agrônomo, Msc- Fitotecnia

Enium Interativa Criação de sites

Deixe seu comentário!

Para: Arborização de Glória